Eliza e aborto dos religiosos

O disparate de permitir o retorno do cultos religiosos presenciais é de certo modo um aborto. Em um momento critico em que vivemos, não seria este o momento de aglomerarmos em nome de Deus.

*Que igreja é esse que o aborta a vida do seus fies?

A ida aos tempos (em um momento como esse que estamos vivendo) será de certo modo uma chacina, já que não há um mínimo de respeito as diretrizes sanitárias: o que à de fato, é uma aglomeração em nome de Deus.

É triste ver que essa pessoas “que defendem a vida” estão agora defendendo a morte dos seus próprios irmão —, tudo isso em nome da liberdade religiosa.

*Ou seria EM NOME DE DEUS?

Mas, que Deus seria esse que não sabe nos ouvir ao não ser nas igrejas?

Para que não sabe, está escrito em Mateus no capítulo 6, versículo 5 ao 8:

5.”Quando orardes, não façais como os hipócritas, que gostam de orar de pé nas sinagogas e nas esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade eu vos digo: já receberam sua recompensa. 6.Quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta e ora ao teu Pai em segredo; e teu Pai, que vê num lugar oculto, te recompensará. 7.Nas vossas orações, não multipliqueis as palavras, como fazem os pagãos que julgam que serão ouvidos à força de palavras. 8.Não os imi­teis, porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes que vós lho peçais”

Essa foram palavras dita por ninguém mais, ninguém menos que o próprio Jesus Cristo!

Essa histeria de Eliza não é para as pessoas se encontrarem com Deus, mas sim para as Igrejas não perderem seus dízimos.

*Que Deus ela e todos que defendem esse sacrilégio professam: o Deus de Moisés ou o bezerro de ouro?

Caros irmãos, estes querem a sua morte ao defender isso na situação que nos encontramos agora — eu como vocês, sou cristão (eu em particular um católico apostólico romano) e SUPLICO A VOCÊS: NÃO ABORTE A SUA VIDA!

Fiquem em casa, não coloquem suas vidas em risco — pois Deus está em todos os cantos — e ele te escuta de todos os cantos!

O problema do dízimo pode ser resolvida com o PIX, transferência bancaria, pombo correio ou o que for, desde que respeitem o distanciamento social.

Eu repito: NÃO ABORTE A SUA VIDA!

You may also like...