O ex-senador Cássio Cunha Lima, do PSDB, mesmo sem mandato — mostrou que tem força no governo Bolsonaro. Cássio indicou o genro, Evaldo Cavalcanti da Cruz Neto, para assumir a superintendência da Sudene.

Casado com a única filha do ex-parlamentar, Marcela Cunha Lima, Evaldo substitui o empresário caruaruense Douglas Cintra.

O novo superintendente da Sudene é advogado e neto do ex-prefeito de Campina Grande, Evaldo Cavalcanti da Cruz.

A nomeação do paraibano já foi assinada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

Só Polítika